"Despacho" em encruzilhada chama a atenção de moradores em Grossos

No dia de ontem (12), moradores que residem próximo ao cruzamento da trav. Souza Machado com a rua Manoel Firmino, encontraram uma cena inusitada, um "despacho" com velas acesas e frutas foi colocado em um poste próximo a encruzilhada.

O fato chamou a atenção dos populares que passavam pelo local, e paravam para olhar. Alguns demonstravam um misto de susto e espanto, enquanto que os mais céticos, apenas riam.
Assustados com resenha até então bizarra, os moradores erroneamente, ao invés de acionarem os “pais” ou "mães” de santo, ligaram para a Policia Militar, que informou que não iria ao local, pois aquilo não era trabalho deles.

O Facho conversou com um Pai de Santo adepto do candomblé, que explicou que a oferenda com frutas é a respeito do amor, para acalmar o coração de alguém, ou atrair a pessoa de volta. "Mas nesse despacho tem uma coisa errada, pois não se pode deixar em esquina ou nas ruas. Isso mostra que quem fez não evoluiu. O candomblé está sempre se transformando. O despacho para funcionar deveria ter sido feito em matagal, ou locais desertos, em respeito as pessoas, e aos orixás", disse.

O entrevistado ainda repudiou o acontecido, e comentou que o candomblé em nenhum momento deve oferecer sujeira a cidade, nem medo e pavor. "Nossa religião é feito com as forças da natureza e axé, trazendo coisas boas e levando coisas ruins", concluiu.


Postar um comentário

0 Comentários