Homem com covid-19 preso em Assú é ex-policial aposentado com doença mental

O homem com covid-19 preso (e já condenado) em uma fila de banco no município de Assú é um ex-policial aposentado com doença mental.

Uma pessoa da família dele informou ao BLOG DO MAGNOS que ele era da polícia e se aposentou em razão da doença. Agora ele vive perambulando pelas ruas de Assú.
Nos  acompanhe pelo instagram  clicando aqui @ofachodegrossos
Ainda, segundo esse parente, o homem estava na fila do banco guardando vaga para outra pessoa. Os pais dele são idosos e não têm como controlá-lo. Essa pessoa da família defendeu que a Prefeitura de Assú tivesse feito uma intervenção com ele de forma a impedi-lo de continuar nas ruas.

Omissão e irresponsabilidade

A Prefeitura do Assú foi omissa e irresponsável neste caso. A primeira coisa que deveria ter sido dita à imprensa e ao público é que o homem preso se tratava de um doente mental. Isso mudaria tudo na forma como as pessoas que receberam a informação de um homem preso na fila de um banco com covid-19.

O PORTAL DO OESTE conversou com a Comunicação e a Vigilância Sanitária do Município do Assú e em nenhum momento foi citado que esse homem tinha algum tipo de doença mental. A Prefeitura do Assú sequer confirmou essa informação e sugerir que “talvez o o comandante da polícia tenha essa informação”. Ora, se um Município, através da sua Secretaria e Profissionais de Saúde, não conseguir identificar um doente mental, é melhor fechar as portas.

A Vigilância Sanitária se sustenta sobre um termo de responsabilidade assinado por ele. Ora, um termo assinado por um doente mental. A Secretaria de Saúde do Assú tem responsabilidade com a saúde dele e toda a população e precisa rever a forma como está lidando com esse caso urgentemente. “Os familiares dele estão tomando as providências.”, não resolve a questão.

Foto: Cedida a Tribuna do Norte

Fonte: Portal do OESTE