Allyson defende reajuste dos professores e destaca falta de coerência do governo

Com voto favorável, o deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) defendeu o reajuste do Piso Nacional dos Servidores da Educação do Rio Grande do Norte e criticou a falta de coerência do governo. A votação aconteceu nesta quinta-feira (28), durante sessão remota da Assembleia Legislativa.

Allyson destacou a incoerência da governadora Fátima Bezerra (PT) ao enviar para a Assembleia somente neste mês de maio o projeto de reajuste dos professores, que já é lei federal.

Nos  acompanhe pelo instagram  clicando aqui @ofachodegrossos
“Esse não é o governo que reconhece a educação. É um governo que não tem coerência. Primeiro, não é favor. É lei federal”, afirmou.

“Nós estamos falando de um projeto que deveria ter começado a ser pago em janeiro de 2020 e que só vai ser finalizado em dezembro de 2021. Diferente de quando a atual governadora disse ‘O piso do magistério aumentou, fiscalize o cumprimento da lei. Crise não pode ser desculpa para não cumprir o piso’. Olhe a incoerência de lançar um projeto desses, de não reconhecer a dificuldade dos professores”, disse.

Allyson também relembrou sua cobrança à Prefeitura de Mossoró pelo pagamento do piso dos professores municipais. “Fui o primeiro a defender o pagamento do piso em Mossoró e hoje faço a nível estadual porque sei da importância da educação e do professor e tenho coerência”.

“Governadora, quem fala aqui é quem não faz parte da oligarquia, é quem veio de baixo, é quem conhece a realidade do povo, é quem sabe a importância da educação e do professor”, finalizou.