Ceará é condenado a 18 anos de prisão por matar colega de cela na Cadeia Pública em Mossoró

Fábio David da Silva Aquino conhecido no mundo do crime como "Ceará", de 20 anos, foi condenado a 15 anos de prisão em mais um julgamento e desta vez por matar um colega de cela em 2019 na Cadeia Pública de Mossoró.

O Julgamento aconteceu na manhã desta quarta feira 5 de março no Forum Municipal Dr. Silveira Martins. A condenação foi de 15 anos pelo assassinato de detento Jailson Marcelino do Nascimento, ocorrido em 14 de junho de 2019. O crime foi praticado também por outro detento, mas que não foi possível este ir a julgamento porque o mesmo já faleceu.

Fábio David, que já tem condenação de 18 anos por matar um casal nas Malvinas, também é investigado no rapto e assassinato da adolescente Geane de Melo Nogueira, de 12 anos, ocorrido em novembro de 2018 nas Malvinas em Mossoró.

FIM DA LINHA