Candidatos entram com ação pedindo a anulação da eleição para Conselho Tutelar em Tibau

Cerca de 5 candidatos que não foram  eleitos para o cargo de Conselheiro Tutelar em Tibau, entraram com um recurso junto ao Ministério Público, pedindo a anulação do pleito, em virtude de várias irregularidades por eles apontadas, e que foram anexadas a petição, para que seja apurado e investigado.

Entre as irregularidades alegadas no documento, estão: suspeita de envolvimento político partidário, transporte irregular de eleitores, compra de votos, fraudes, e falta de logística necessária para  a eleição, sendo que alguns votantes tiveram que esperar mais de 3 horas, e isso fez com que várias pessoas desistissem.

Caso semelhante a esse, foi registrado no município de Macau, onde a justiça acatou o pedido do Ministério Público, e anulou a eleição, sob os mesmos argumentos acima citados.

O documento foi entregue na Promotoria de Justiça de Areia Branca, e protocolado no dia 14/10/2019.
Foto enviada ao blog