quinta-feira, 10 de outubro de 2019
Em parceria com as secretarias municipais de saúde, a II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), com sede em Mossoró iniciou segunda-feira (7), a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Na primeira fase, que vai até o dia 25 de outubro, o público-alvo serão as crianças com idade entre 6 meses e 4 anos e 29 dias. A segunda etapa, de 18 a 30 de novembro, terá foco na população com idade entre 20 e 29 anos.

Vacinar contra o sarampo é importante para evitar complicações como cegueira e infecções generalizadas que podem levar a óbito. Recentemente, o Brasil perdeu o certificado de eliminação da doença.

“A II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), por meio do Programa Regional de Imunizações espera vacinar 9.403 crianças com idade entre 6 meses e 4 anos e 29 dias (população estimada) contra o sarampo, sendo 6. 689 crianças na 2ª Região de Saúde com sede em Mossoró e 2.714 crianças na 8ª Região de Saúde com sede em Assu. A meta mínima a ser alcançada na campanha corresponde a 95% de cobertura vacinal, de forma homogênea, do público-alvo a ser vacinado. O dia D de vacinação no dia 19 de outubro”, informa o técnico do Programa Regional de Imunizações da II Ursap, Jorge Motta.

O SARAMPO

Causado por um vírus, o sarampo é uma doença infecciosa grave, que pode levar à morte. A transmissão ocorre por via aérea, ou seja, quando a pessoa infectada tosse, fala ou respira próximo de outras pessoas. Os sintomas do sarampo são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, coriza (nariz escorrendo ou entupido) e mal-estar intenso. Quando o quadro completa de três a cinco dias, podem aparecer manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas do paciente

DADOS DE SARAMPO

Nos últimos 90 dias, o Brasil registrou 5.404 casos confirmados de sarampo. Dos casos confirmados nesse período, 97% (5.228) estão concentrados em 173 municípios do estado de São Paulo, principalmente na região metropolitana. Os outros 176 casos foram registrados em 18 estados (RJ, MG, MA, PR, PI, SC, RS, CE, MS, PB, PE, PA, DF, RN, ES, GO, BA E SE). Os dados estão no novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado nesta sexta-feira (4/10).

“Diante da situação epidemiológica no Brasil e do cenário de baixas coberturas vacinais, reforça-se a necessidade da realização da campanha de vacinação contra o sarampo, a fim de captar as crianças de seis meses a menores de cinco anos deidade e os adultos de 20 a 29 anos de idade, ainda não vacinados ou com esquemas de vacinação incompletos, a fim de minimizar o risco de adoecimento desses indivíduos e, por conseguinte, reduzir ou eliminar os bolsões de não vacinados”, disse a gerente da II Ursap, Emiliana Bezerra Cavalcanti.

Abdias Duque de Abrantes
Assessor de Comunicação Social
II Ursap MTB-PB Nº 604