domingo, 30 de junho de 2019
A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Capacitação realizará terça-feira (2), às 9h30, no auditório da II Ursap em Mossoró, uma reunião com técnicos de saúde. O evento será coordenado pela Subcoordenadora de Capacitação de Recursos Humanos da Coordenadoria de Recursos Humanos, da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), Rayane Larissa Santos de Araújo. Consta da pauta discussão sobre temas como Educação Permanente em Saúde, Programas de Estágios Obrigatório e Não Obrigatório, Programas de Residências Médicas e Fundo de Incentivo Técnico Científico (FITEC). 

Estarão presentes ao evento a gerente da II Ursap, Emiliana Bezerra Cavalcanti, a coordenadora do Núcleo Técnico, Cinthia Simão de Souza, o coordenador do Núcleo de Recursos Humanos, Marcelo Cavalcanti Barbosa e técnicos de saúde da unidade. 

A portaria nº 198, de 13 de fevereiro de 2004 instituiu a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde como estratégia do Sistema Único de Saúde para a formação e o desenvolvimento de trabalhadores para o setor. A condução locorregional da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde será efetivada mediante um Colegiado de Gestão configurado como Pólo de Educação Permanente em Saúde para o SUS (instância interinstitucionl e locorregional/roda de gestão. 

A Política Nacional de Educação Permanente em Saúde Resultado de lutas e esforços promovidos pelos defensores do tema da educação dos profissionais de saúde, como forma de promover a transformação das práticas do trabalho em saúde, a PNEPS é uma conquista da sociedade brasileira 

A Política Nacional de Educação Permanente em Saúde tem como funções identificar necessidades de formação e de desenvolvimento dos trabalhadores de saúde e construir estratégias e processos que qualifiquem a atenção e a gestão em saúde e fortaleçam o controle social no setor na perspectiva de produzir impacto positivo sobre a saúde individual e coletiva, mobilizar a formação de gestores de sistemas, ações e serviços para a integração da rede de atenção como cadeia de cuidados progressivos à saúde (rede única de atenção intercomplementar e de acesso ao conjunto das necessidades de saúde individuais e coletivas, dentre outras. 

A EPS é uma estratégia político-pedagógica que toma como objeto os problemas e necessidades emanadas do processo de trabalho em saúde e incorpora o ensino, a atenção à saúde, a gestão do sistema e a participação e controle social no cotidiano do trabalho com vistas à produção de mudanças neste contexto. Objetiva, assim, a qualifi cação e aperfeiçoamento do processo de trabalho em vários níveis do sistema, orientando-se para a melhoria do acesso, qualidade e humanização na prestação de serviços e para o fortalecimento dos processos de gestão político-institucional do SUS, no âmbito federal, estadual e municipal. 

“A Educação Permanente em Saúde (EPS) traz como marco conceitual uma concepção de trabalho no SUS como aprendizagem cotidiana e comprometida com os coletivos. Os atores do cotidiano são os principais detentores da tomada de decisão sobre acolher, respeitar, ouvir, cuidar e responder com elevada qualidade e reconhece o cotidiano como lugar de invenções, acolhimento de desafios e substituição criativa de modelos por práticas cooperativas, colaborativas, integradas e corajosas na arte de escutar a diversidade e a pluralidade do País”, disse a gerente da II Ursap, Emiliana Bezerra Cavalcanti. 

Abdias Duque de Abrantes 
Assessor de Comunicação Social 
II Ursap MTB-PB Nº 604
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acessos

NOS ACOMPANHE NO INSTAGRAM

COLUNA DO LÊNIN TIERRA

CONTATO DO BLOG

Telefone/Whats: (84) 9 8177-6707 Email: Contato@ofachodegrossos.com Facebook:  O Facho de Grossos © 2015 -2018 - O Facho de Grossos...

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

COLUNA DO EMILIO OLIVEIRA

O Facho de Grossos 2014. Tecnologia do Blogger.