quinta-feira, 9 de maio de 2019
A Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) esclarece a população sobre a prática de crime de estelionato cometido em nova modalidade na capital potiguar. De acordo com as denúncias, a vítima recebe mensagem via aplicativo WhatsApp, vinda de um determinado número de telefone que supostamente pertenceria à empresa OLX, informando que é necessário repassar um código enviado via SMS para validar o anúncio.

Após o recebimento da mensagem de texto com um código de seis dígitos e, acreditando ser referente ao anúncio que teria sido efetivamente realizado no site da empresa OLX, a vítima repassa o código como solicitado. Esta manobra permite que o aplicativo de mensagens da vítima seja desabilitado e habilitado no aparelho celular do estelionatário, sendo que a vítima não consegue perceber o golpe, uma vez que sua linha de telefônica permanece funcionando regularmente.

A partir disso, utilizando o aplicativo de mensagens da vítima, o golpista se passa pela vítima e inicia o envio de mensagens para os contatos mais próximos, contando histórias fantasiosas, em que pede um empréstimo em dinheiro a ser depositado em uma conta indicada pelo estelionatário.

O que fazer?

A dica é, no aplicativo “WhatsApp”, acessar a opção “configurações” ou “ajuste”, em seguida “conta”, “verificação em duas etapas”, e, após isso, inserir uma senha de segurança escolhida por você. A ação impede o “sequestro” do aplicativo de mensagens, pois o estelionatário precisa ter conhecimento dessa senha, cadastrada durante a verificação em duas etapas.

Em ambos os casos, jamais passe o código e mantenha contato com a pessoa por meio do número que consta na sua agenda. Além disso, é fundamental confirmar a veracidade do pedido.

Caso ocorra a fraude, a vítima não precisa cancelar sua linha telefônica, é necessário apenas que entre em contato com o aplicativo Whatsapp através do email: suport@whatsapp.com, para que sua conta seja bloqueada e depois restaurada. Após tais medidas, procure a delegacia mais próxima para realização do competente registro de ocorrência para apuração dos fatos.