quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019
Foto: MPRN
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Polícia Militar deflagraram nesta quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019, a operação "Cancão", com o objetivo de combater uma facção criminosa que vem atuando dentro e fora de unidades prisionais potiguares.

De acordo com o MPRN, ao todo, estão sendo cumpridos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em 15 municípios do estado. O nome da operação é referência a uma ave típica do semi-árido nordestino.

A ação é fruto de uma investigação iniciada em 2017 para apurar a atuação da organização criminosa principalmente em cidades da região Seridó. As investigações apontam que a principal atuação do grupo é a aquisição, transporte, armazenamento e distribuição de drogas ilícitas na região. Além disso, a facção também é responsável por homicídios, roubos, furtos e lavagem de dinheiro.

O Ministério Público não divulgou os nomes das cidades onde a operação está sendo realizada, bem como não identificou a facção criminosa alvo dessa ação. Em Mossoró existem duas unidades prisionais estaduais, a Penitenciária Mário Negócio e a Cadeia Pública, ambas localizadas na zona rural do município, mas não há informações se elas estão também como alvo da operação.