domingo, 2 de setembro de 2018
Coluna do Emílio Oliveira
Em se tratando das comunicações que hoje se estabelece através das redes sociais as quais poderiam ser tão diferentes, estamos todos assistindo estarrecidos a um fenômeno que antes ninguém percebia e o que é pior, com tanto radicalismo. Trata-se da violência verbal aberta com que estamos todos nos tratando, sempre que o pensamento ou a posição do outro com quem estamos nos comunicando, se confronta com a nossa. 

Eu mesmo venho procurando me policiar mais nesse sentido, mas também, vez por outra, me pego dizendo coisas a pessoas que nem sequer conheço pessoalmente e com as quais estou me comunicando, o que presencialmente, eu jamais diria. Parece até que pelo fato de a pessoa não está diante de nós, nos motiva ou nos leva a dizer coisas que não fazem parte de uma comunicação verdadeiramente civilizada.

Agora, para complicar mais ainda a questão apareceu o fake news - que é uma espécie de notícia falsa ou inventada ou até mesmo montada para intencionalmente prejudicar alguém. No começo do mês de junho próximo passado, no Fórum da Liberdade em Porto Alegre, Rio Grade do Sul, ocorreu um fato que merece destaque. O pré-candidato Ciro Gomes convidado que foi juntamente com outros pré-candidatos para apresentar a sua proposta de governo, ao chegar ao local do evento foi logo abordado por um desses representantes do MBL, o qual simulou ter recebido uma tapa no pescoço dada por Ciro, depois de frontalmente provocá-lo com perguntas descabidas que Ciro negou não porque não tivesse dito, mas porque também foram cortadas e editadas fora do contexto.

Logo depois da denúncia, apareceu outro rapaz mais sério e responsável que o primeiro, dizendo que era profissional nesse assunto e que após analisar o vídeo em toda a sua extensão, percebeu logo pela sombra da mão do Ciro que o falso acusador havia alterado o vídeo na sua edição cortando mais de quatro frames para aumentar a velocidade da mão do Ciro ao encostar no seu pescoço, dando margem ao telespectador leigo no assunto como todo nós expectadores, para realmente pensar que aquilo fora mesmo uma tapa no pescoço dele. 

Depois que esse segundo rapaz mostrou como fora feito a adulteração do vídeo, ficou claríssimo que o Ciro apenas encostou vagarosamente a mão no seu pescoço como se fosse uma espécie de simples afago, mas que para o telespectador que não entende realmente do assunto, ficou a péssima impressão de que a falsa acusação que ele tão maldosamente fizera, era verdadeira.

Vejam então onde é que chegamos. Até a verdade agora pode ser alterada e modificada para parecer uma coisa falsa e mentirosa ou vice-versa. Mas o que eu acho mais estranho em tudo isso é o fato de que uma maldade dessa natureza vir logo de um membro do MBL- Movimento Brasil Livre, que se diz um movimento para libertar o Brasil da corrupção e da politicalha que se pratica com tanta esperteza e safadeza aqui entre nós.

Navegando no Facebook a gente percebe cada coisa que inclusive dá até medo de se falar e de se propagar. Acusações grosseiras, graves e frontais contra autoridades dos três poderes da república são fichinhas pequenas nas redes sociais. Ainda bem que o nosso país anda tão desnorteado com tantas más notícias, que esses fatos ainda não caracterizaram desdobramentos com processos jurídicos contra os seus autores, haja vista que divulgar notícias falsas ou que não se pode provar, constitui crime gravíssimo punido na forma da lei. 

Como agravante ainda de todo esse processo, há ainda o fato de que tudo que a gente escreve fica registrado e inclusive pode até ser analisado por serviços secretos de outros países mais interessados nessa questão de monitoramento de informações mundiais, pois tanto o Google, quanto o Facebook e o Instagram são diuturnamente monitorados pelas grandes potências mundiais no sentido de acompanhar, mesmo à distância, futuros e potenciais desafetos que eles chamam de terroristas.

Em toda eleição tem desonestidades e eu que o diga, pois também fui vítima de uma delas quando me aventurei a ser candidato, mas essa de 2018 vai bater todos os recordes e se o povo brasileiro prestar mais atenção durante a campanha, vai perceber claramente que os candidatos que são de esquerda ou mesmo até de centro-esquerda e pregam uma futura auditoria da dívida interna e externa do país, serão os mais difamados, demonizados e satanizados através de fake news durante a campanha, visto que esse é um verdadeiro vespeiro onde os ricos e plutocratas alojam seus vultosos recursos e, portanto, ai de quem se aventurar a querer desarmar essa bomba que há muito tempo vem funcionando contra o Brasil real e a favor dos rentistas que são poucos mais de dez mil pessoas e que já estão levando mais de 51 % de todas as nossa receitas correntes.

O problema maior é que sem se resolver esse gravíssimo gargalo de nossa economia, o país vai continuar a deriva e sem uma verdadeira solução para os seus tão graves problemas de segurança, saúde, educação, investimento, produção e industrialização, haja vista que os atuais recursos públicos estão sendo carreados em mais de sua metade para pagar os juros de uma dívida galopante que, quanto mais se paga, mais se deve, fato que não deixa margem para se investir nas reais necessidades do país e de sua população carente e abandonada.

Enquanto, pois, não se resolver esse que é o maior e mais grave de todos os nossos problemas, não haverá dinheiro para quase nada no Brasil e ele vai continuar sem lenço e sem documento, navegando sempre nos mares das tempestades que o famigerado mercado financeiro vai agitar ao seu bel prazer para continuar auferindo os lucros vergonhosos às custsa da fome e da miséria de nosso tão nobre e sofrido povo.

Já os candidatos da direita ou da extrema-direita irão pregar a velha cantilena do livre mercado que não deu certo em lugar nenhum visto ter quebrado toda a Europa e trincado até mesmo os EUA em 2008, da diminuição dos impostos somente para os ricos, pois os pobres nesse nosso injustíssimo país, pagam mais impostos que os ricos e se depender desses candidatos vai continuar pagando.

Se qualquer um desse pessoal da direita ou extrema-direita conseguir chegar ao poder vai primeiramente privatizar todas as nossas empresas estatais que trarão no seu bojo a terceirização e a precarização do trabalho, a reforma da previdência social que punirá aos pobres mantendo o privilégio dos mais abastados, combater a criminalidade através de aparatos militares que não resolvem o definitivamente problema, privatização do Banco Central, Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Barsa, Banco da Amazônia, da Eletrobrás, dos Portos, dos Aeroportos, das Estradas boas, do resto do que era o nosso Pré-Sal e por fim leiloar todos os prédios públicos federais para que o mercado a quem eles representam, assumam de vez o controle total de nossa economia.

E tudo isso será divulgado como se fosse uma coisa boa para o país para gerar mais empregos e renda para todos e o Brasil poder sair de vez da crise. Agora saia, por esse caminho! Vejam o que está acontecendo com a Argentina que seguiu à risca toda a cartilha Neoliberal do FMI e se encontra quebrada e também no fundo do poço como uma nação sem soberania e é isso o que eles querem para nós também. Mas, infelizmente, a mídia brasileira que constitucionalmente tem a função de informar a população, salvo raras exceções, mistifica é a verdade, divulgando o que apenas é bom para a sua elite financeira. 

Se você voltar um pouquinho ao passado lembrará claramente que eles diziam na televisão que se fizessem a reforma da CLT o Brasil logo aumentaria o número de empregos formais e o que ela fez mesmo foi diminuir, além de precarizar o trabalho diminuindo a renda dos trabalhadores. Agora, a única despesa que eles formalmente apontam como danosa ao país é a da Previdência Social, pois querem fazer uma reforma que não retirem os descabidos privilégios dos donos do poder e empurre a classe média para a Previdência Privada que somente interessa aos bancos privados que já estão ganhando rios de dinheiro, mesmo com a economia toda paralisada. 

Quanto à dívida interna e externa do país, que é realmente o nosso maior problema para alguém sério que queira realmente tirá-lo desse buraco em que ele está atualmente, nem sequer tocam no assunto, haja vista que para essa mesquinha gente que atualmente nos desgoverna, esse é um assunto totalmente proibido até mesmo de se cochichar sobre ele. E por quê? Porque essa é a uma questão cuja agenda somente interessa as elites que têm dinheiro nesse país, pois tem sido justamente essa grandiosa sangria de recursos públicos que vem fazendo os seus rendimentos de capital mais que se multiplicarem, enquanto o Brasil e o seu povo sofrido vem pagando a conta e ficando cada dia mais pobre, carente e necessitado. 

Que me perdoem todos por ter tangenciado e fugido do assunto em pauta, mas isso precisa ser feito como uma espécie de alerta cidadão a todos nós eleitores brasileiros nas proximidades da eleição mais importante da história política do nosso país. Eu venho dizendo e torno a repetir: o Brasil nunca necessitou tanto de um voto inteligente de se povo, como nessa eleição. Saber ou aprender ainda em tempo a votar, portanto, é mais que preciso nessa eleição. Nela, está selado o destino de nosso país e de todo o seu povo explorado, engando, marginalizado e empobrecido. Ante tal situação, errar significa morrer, acertar significa viver!...

Mas, retornando ao tema inicial, antigamente também havia tais confrontos de posições, mas era de natureza puramente ideológica e não pessoal e isso era percebido na época como uma coisa boa, pois esse choque de posições além de sadio estimulava ainda a apresentação do contraditório que, felizmente, sempre precisa ocorrer para que qualquer sociedade possa se manifestar em toda a sua plenitude. Entretanto, ao você discordar de uma opinião qualquer de alguém, não significa que você está se posicionando contra essa pessoa não, mas apenas contra a sua ou as suas ideias, o que é bem diferente. 

O normal seria que as ideias mesmo conflitantes fossem aceitas numa boa por todos nós, significando que o que se encontra em conflito nas redes sociais não são as pessoas em si, mas os seus pensamentos, os quais podem em qualquer momento ou até mesmo por quaisquer circunstâncias da vida mudar significativamente. Infelizmente, essas redes que têm se constituído em tão importantes ferramentas de comunicação que a evolução da tecnologia de comunicação tem nos trazido, vêm claramente mostrando que o que está errado somos nós com o nosso radicalismo exposto em todas as suas dimensões e não elas que, como uma verdadeira dádiva da tecnologia, devíamos a está usando em nosso favor e não contra nós próprios.

O que posso dizer para concluir é que todo esse processo faz parte da caminhada da evolução que todos nós bem ou mal estamos seguindo e, à medida que o fazemos, mesmo atribulados com os reveses com que nos deparamos nessa extensa jornada, aprendemos mais e mais até o dia em que nesse Orbe da terceira dimensão conhecido por Terra, completemos o nosso processo de aprendizagem, oportunidade em que o Terceiro Logos, ou a Consciência Universal ou o próprio Deus das religiões tão propalado e ainda tão pouco seguido por elas, resolva estabelecer ou aqui mesmo ou noutra dimensão mais evoluída, uma nova morada para essas nossas errantes almas caminhantes da senda. Tenho dito!...

Emílio.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acessos

PESQUISE AQUI

Receba nossas notícias no e-mail

CONTATO DO BLOG

Telefone/Whats: (84) 9 8177-6707 Email: Contato@ofachodegrossos.com Facebook:  O Facho de Grossos © 2015 -2018 - O Facho de Grossos...

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

COLUNISTAS

COLUNISTAS
EMÍLIO OLIVEIRA
O Facho de Grossos 2014. Tecnologia do Blogger.