domingo, 1 de julho de 2018
EMÍLIO OLIVEIRA
Quem se aventura a ler todas as semanas esses meus humílimos artigos, sabe que não tenho muita crença no patriotismo de nossa elite tradicional. E isso não é uma simples pirraça não, mas a constatação de que sempre que o nosso Brasil tem necessitado de uma ação realmente proativa dessa gente, ela tem sempre se portado ao contrário do que a nação espera dela. E até mesmo aonde ultimamente a sua ação vem se tornando realidade, o país marga os resultados nefastos de sua ação sempre e sempre predativa.

O povo brasileiro por ter sido o resultado genético da miscigenação de quase todas as raças humanas do Planeta Terra, criou diversos tipos humanos com múltiplas características raciais e culturais cuja patrimônio cultural como por exemplo no carnaval, no futebol e até mesmo no respeito aos outros povos, tem se destacado no cenário mundial. O nosso carnaval é sem sombras de dúvidas o maior do mundo e o nosso futebol, apesar dos pesares, ainda é o melhor do mundo em termos de conquista de títulos mundiais.

Ou seja, sempre que o povo brasileiro na sua humildade e criatividade se dedica a desenvolver manifestações culturais de qualquer natureza, faz sempre bem feito. Todavia, à medida que essas manifestações vêm aos poucos sendo ocupadas pela a nossa ultrapassada e caduca elite e não mais pelo simples povo brasileiro, os problemas começaram sistematicamente a surgir. Como todos sabem, o nosso presidente da CBF da Copa passada, onde fomos vergonhosamente goleados na Semi-Final por 7 x 1 pela Alemanha e sem seguida, na disputa pelo terceiro lugar por 3 x 0 pela Holanda, se encontra preso no EUA por corrupção.

Outro presidente que ele deixou no seu lugar, também está sendo acusado de corrupção e se sair do país, vai também para a cadeia. Quanto aos políticos nem se fala, pois salvo raras exceções às quais precisam ser evidenciadas e divulgadas, também é uma verdadeira negação. E a nossa elite é tão cruel que sequer aceita que

surja alguém do povo para fazer alguma coisa de positivo pelo pais e seu povo sofrido. Vejam o flagrante caso do Lula que veio do povão e foi o melhor presidente para o povo desse país, além de ainda ter de forma patriótica, tentado dar protagonismo global ao Brasil.

Para quem manja um pouco de geopolítica sabe que esse foi o único motivo para afastaram a Dilma e o Lula não voltar, mas, como ele continuou dizendo que era candidato e se fosse ganharia de novo, foi enjaulado como um inimigo do país, tal como fez a perversa e cruel elite branca Sul-africana com o grande Nelson Mandela. Gostaria de afirmar aqui que nem sou eleitor do PT e nem tampouco do Lula, até porque também sou um dos que discorda de alguns comportamentos não republicanos de ambos, quando por dezesseis longos anos estiveram à frente dos destinos desse país.

Nessa semana a minha alma vibrou mais positivamente por um comportamento mais que patriótico do ministro do STF que regularizou a legislação para que capitais ou empresas estrangeiras possam adquirir as nossas tão cobiçadas estatais. Trata-se do ministro Ricardo Lewandowski que regularizou de forma monocrática uma legislação que se não fosse regularizada em nosso favor os atuais mandatários sem votos do país o entregariam de vez a preço vil todas as nossas que no futuro poderão ser usadas peara melhorar a vida de nossos filhos e netos.




Noutras palavras, doravante, para se vender uma estatal brasileira precisa-se primeiramente da aprovação do Congresso Nacional e depois de uma licitação pública que será divulgada para o conhecimento de toda a nação. 

Ele criou também precedente para uma renegociação futura de tudo o que foi vendido apreço de banana por essa gente, e essa decisão é de importância fundamental, pois cria legislação nacional para, dentro da lei, contestar contratos entreguistas feitos por eles na calada das noites. 




Assim, como diz Paulo Henrique Amorim em seu Blog Conversa Afiada, calam a Casa Grande, os compradores e até mesmo os tão conhecidos colunistas que defendem essas negociatas. Dessa forma, todos eles ficam sem o velho argumento do “bolivarionismo” significando que houve quebra ilegal de contratos. Não, agora será tudo dentro da lei e aprovada e respaldada pelo Supremo Tribunal Federal. E não acaba somente aí. O eminente professor de direito Gilberto Bercovith já está redigindo um projeto de lei que certamente será aprovado assim que esse Congresso mudar depois da próxima eleição que poderá colocar na cadeia todo aquele que comprar empresa estatal brasileira pelo crime de receptação dolosa porque tinham plena consciência de que estavam praticando um crime contra os interesses do Brasil. 




Com essa nova legislação regulamentada pelo ministro Lewandowski e com a futura legislação também nessa área que será aprovada logo após a posse dos novos congressistas eleitos em outubro, o país estará pelo menos mais protegido de seus eternos predadores internos e externos, pois essa gente apátrida por qualquer papel pintado de verde, infelizmente é capaz de negociar qualquer coisa inclusive a própria soberania desse nosso tão amado país. 




Com é sabido a elite de um país é geralmente formada por aquelas pessoas que mais são beneficiadas com escolas de boa qualidade, alimentação de primeira e desde a mais tenra infância costumam frequentar os melhores ambientes existentes e por isso mesmo são sempre pessoas privilegiadas e que, portanto, deveriam amar bem mais a pátria do que o povão que com toda a necessidade possível vive sempre no nível da sobrevivência. No entanto, a realidade tem mostrado que – pelo menos nesse nosso país – o povo é bem mais solidário com os interesses nacionais que a sua própria elite dirigente.




Então, vamos esperar que o nosso povo, depois de tanta decepção e sofrimento que vem amargando ultimamente, possa realmente se conscientizar de vez e aprender a realmente votar não mais em seus tradicionais inimigos para fazê-los retornar ao Congresso Nacional, mas em candidatos com mais cheiro de povo, embora que para dar uma lição de moral nessa torpe e desclassificada gente, receba de quantos lhe oferecer alguma vantagem de qualquer espécie para votar nos mesmos de sempre, os quais, ao invés de defensores, transformaram-se em verdadeiros algozes do próprio povo que os têm sistematicamente elegido.




Se assim for feito, eles chegarão à conclusão de que o povo brasileiro realmente aprendeu a votar e não deseja mais negociar a preço vil o seu tão precioso voto. A partir daí, o nosso país, aos poucos, irá se encaminhar para um novo paradigma político que beneficie mais as suas eternas carências do que os interesses espúrios de sua elite predadora. Então, o nosso país poderá dar um salto em qualidade de vida para o nosso povo que morre a mingua nos corredores dos hospitais públicos, os quais não possuem nenhuma estrutura para assisti-lo como realmente merece e tem direito. 




O problema maior que nos aflige na vida e que na realidade não é um problema mais uma solução, é que colhemos sempre o que plantamos. Se escolhermos para nos representar pessoas reconhecidamente honestas, vocacionadas e comprometidas e que já tenham um passado de experiência exitosa naquilo que faziam antes, ou seja, na sua vida pregressa, teremos uma grande probabilidade de acertarmos na nossa escolha. Todavia, se continuarmos escolhendo baseados nos atuais critérios estabelecidos, teremos com certeza mais uma costumeira decepção com nossos falsos representes.




Portanto, cabe a todos nós brasileiros e brasileiras que já estamos mais que cansados de ser usados e enganados por essa tão desclassificada e desumana elite, resolver deixar de ser enganado e passar doravante a enganá-los prometendo e não cumprindo depositar a confiança do nosso voto neles, fato que certamente reverteria todo esse ultrapassado quadro da política brasileira ainda vinculada aos tradicionais currais eleitorais que, ainda hoje, continua sendo propriedade dos senhores proprietários de terra ou dos meios de produção desse país. Tenho dito!....











Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acessos

PESQUISE AQUI

Receba nossas notícias no e-mail

CONTATO DO BLOG

Telefone/Whats: (84) 9 8177-6707 Email: Contato@ofachodegrossos.com Facebook:  O Facho de Grossos © 2015 -2018 - O Facho de Grossos...

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

COLUNISTAS

COLUNISTAS
EMÍLIO OLIVEIRA
O Facho de Grossos 2014. Tecnologia do Blogger.