domingo, 1 de abril de 2018
Por: Emílio Oliveira
Como todos sabem, pois estamos vivendo o mesmo problema, a nossa cidade está passando por um sério desabastecimento do chamado precioso liquido que é a nossa água potável. Somos uma população de pouco mais de dez mil habitantes e o poço que abastece a nossa cidade já está cansado de nos avisar que não tem mais condições de nos abastecer por mais tempo. E uma cidade do porte da nossa sem água por um tempo que corresponda à perfuração e preparação de um novo poço, vai ser um sufoco não apenas para a sua população que na verdade é quem já está sofrendo, mas também para as autoridades do estado e até do município. 

Salvo melhor juízo, e eu posso até está enganado e se estiver que me desculpem, mas o que percebo é que parece que as nossas ditas autoridades constituídas a nível estadual como o atual governador, e a nível municipal como o prefeito da cidade e os nossos nove vereadores, não estão nem um pouco antenados no que realmente vem acontecendo nesse aspecto.Semana passada eu vi no Face um fato que achei inusitado até. O prefeito, juntamente com alguns vereadores de sua bancada, agarrados com um cano que supostamente iria compor a tubulação para abastecer a comunidade de Alagamar.Cabe aqui uma lógica pergunta? De onde virá à água, por acaso do mar? Porque se nem mesmo a cidade está sendo devidamente abastecida pela CAERN, como se esperar dela o abastecimento de uma pequena comunidade do município? 

Nós já vivemos esse mesmo drama aqui no passado e assim que ele apareceu o governo do estado que na época era Geraldo Melo, recebeu imediatamente a visita do prefeito local que na época era Duquinha e também de todos os vereadores do município no sentido de pedir a ele uma solução maisque ágil para o grave problema e assim foi feito. Como o prefeito Duquinha na época era adversário do governador, ele enviou diversos carros pipas para abastecer a cidade e o município de Grossos, delegando essa responsabilidade diretamente não ao prefeito como devia, masao nosso pai Raimundo Gonçalves de Oliveira que era seu amigo e também pai de Duquinha. 

O fato é que, enquanto outro poço já existente nas imediações da cidade que fora tamponado pela empresa que o perfurou na época em busca de petróleo era preparado para abastecer a cidade, os caminhões pipas passavam todos os dias nas diversas ruas da cidade, abastecendo toda a nossa população e até mesmo nessa casa que é minha hoje e que era de meu pai, ele construiu um tanque bem grande de cimento o qual era constantemente cheio pelos caminhões pipas para abastecer as residências daqui das proximidades. 

O problema do poço que abastece a nossa cidade, demonstra ser bem mais grave do que aparenta e ele já vem nos avisando a algum tempo que não tem mais condições de continuar abastecendoa cidade e as zonas rurais do município, nas condições em que ele se encontra. Mas, o que realmente me incomoda, é a inoperância de nossas autoridades que deviam urgentemente falar com o governador sobre o problema, exigir dele uma rápida solução e se ele fizer ouvido de mercador, então convocar a imprensa e promover um ato público juntamente com a população no centro da cidade para mostrar para todo o estado o que está acontecendo com o abastecimento d’água da nossa cidade. 

Se não for assim, o problema não vai ser resolvido e nós vamos amargar um sofrimento bem maior do que o da outra vez, visto que lá já existia um poço perfurado e o trabalho foi somente o de fazer a preparação para o abastecimento, enquanto que agora não há mais poço disponível e se forem perfurar um outro poço,iremos viver um colapso no abastecimento de no mínimo quatro meses consecutivos. Esse é, portanto, o preço que iremos pagar pela tibieza e inoperância de nossas autoridades que existem e foram eleitas justamente para resolverem os problemas da comunidade. 

Que me desculpem todos mais vejo o problema assim e se é que já procuraram o diretor da CAERN e o governador do estado também nesse sentido, que não fiquem esperando por quem disse que traria solução e não trouxe porque o problema tende a se agravar cada vez mais e botem a boca no trombone como popularmente se diz, e os responsabilizem pelo desabastecimento da cidade porque se assim não for feito, vocês irão assistir o que vai acontecer aqui na nossa cidade brevemente com o colapso total do abastecimento. 

Ficar na zona de conforto em que vocês sempre procuram ficar e apenas aguardando que as pessoas desesperadas saiam às ruas para exigirem os seus direitos é um risco e se assim continuar,brevemente vocêsirão perceber a armadilha em que se meteram justamente num país onde o povo já não tem mais o que esperar de suas autoridades a não ser o desrespeito, a indiferença e a nulidade. Apesar de haver um ditado popular que diz que se conselho fosse bom não se daria, mas se venderia - os que geralmente não costumam ouvir conselhos raramente acertam -, e esse é o problema maior. É melhor evitar o acontecido, do que depois tentar remediar!... 

Se por acaso ainda não tiverem procurado as devidas autoridades competentes para resolverem esse assunto de extremíssima gravidade, que procurem o mais rápido possível e não deixem se aproximar mais da eleição como forma de facilitar a conquista de votos pelos candidatos de vocês porque o colapso pode acontecer justamente no período da eleição e isso ajudará a população revoltada com o descaso, a tomar uma direção que não interessa a ninguém especificamente. Até porque esse período que antecede uma eleição geral, é o melhor possível para se pressionar os políticos na busca por rápidas soluções para os problemas da comunidade. 

A cada dia que passa mais e mais me decepciono com a nossa elite brasileira que sempre se compraz e antipatrioticamente luta desesperada até para manter a nossa odienta e injusta desigualdade, justamente o contrário das elites de outros países e até mesmo dos bem mais atrasados que o nosso, onde o lema principal é buscar sempre a igualdade e tentar se desvencilhar da desigualdade entre suas classes sociais. Infelizmente, a nossa elite se sente sempre feliz com a nossa desigualdade e inclusive até demonstra claramente que não suporta de maneira nenhuma a igualdade, o que seria o ideal. 

O que estou que querendo dizer é que se o que está acontecendo com o nosso sistema de abastecimento d’água estivesse acontecendo com o nosso vizinho Município de Tibau, pelo fato de lá haver inúmeras mansões dos empresários e da classe média alta de Mossoró e até também de alguns figurões políticos da região, o problema já teria sido encaminhado para uma solução definitiva - que seria logicamente a perfuração de um novo poço e sua devida preparação e instalação. 

No entanto, aqui ficamos esperando por uma solução definitiva e ela certamente não virá enquanto as nossas autoridades permanecerem apenas esperando pela promessa vã se é que já houve do governo que,no encaminhamento das soluções para os problemas do estado, está mais perdido do que cego em tiroteio. Quem não se lembra dos veraneios de um passado não muito distante, quando até mesmo a nossa água que ainda se mostrava francae de boa qualidade na época, parte dela era desviada e destinada para o abastecimento da cidade de Tibau? 

Ou o senhor prefeito juntamente com os nossos vereadores botam a boca no trombone denunciando a nossa situação a nível de estado pelo rádio, redes sociais e pela televisão exigindo do governador como de direito uma urgente e definitiva solução para o problema do abastecimento de uma população de mais de dez mil habitantes como a nossa, ou a solução não chegará apenas pelo espontaneísmo da consciência dos nossos governantes que, pelo que se vem percebendo, parece até que nem mais issoeles possuem. 

Apresento aqui uma ideia, mas, evidentemente, é para quem em nome da defesa maior da saúde de sua população têm coragem de colocá-la em prática. Tirem uma amostra da água suja que esta periodicamente saindo das torneiras da nossa cidade e a levem a um laboratório de análise de água potável e de esgotos e mandem fazer a análise de sua potabilidade que vocês irão se surpreender com as substancias nocivas a nossa saúde que estamos sendo obrigados a ingerir. 

Se a análise da qualidade da água for positiva para o consumo humano e animal o que duvido muito, tudo bem! Mas, se não, marquem uma audiência com o governador do estado levem uma amostra para que ele veja com seus próprios olhos a cor da água e também sinta o cheiro forte da água que estamos sendo obrigados a ingerir, exponham a situação e depois mostrem a ele o resultado da análise do laboratório pedindo urgência urgentíssima na solução do problema, sob pena de expirado o prazo para a sua solução, o resultado daquela análiseserá divulgado em todo o estado e tudo o que vier acontecer com a saúde pública de nossa população, será da responsabilidade do governador. 

Ah, outra coisa!Não esqueçam de gravar essa reuniãocom o governador porque, infelizmente, as nossas autoridades em todos o níveis, salvo raras exceções, chegaram ao degradante estado moral que, a palavra delas não significa mais nada. Se não for assim, iremos amargar esse periódico desabastecimento e o que é pior, nos sujeitarmos a beber água suja misturada com substâncias desconhecidas pensando que estamos apenas consumindo água suja de lama, como querem nos convencer os empregados da CAERN local. Não os culpo por isso, mas o problema é bem mais grave do que tentam nos convencer. 

Eu já falei pessoalmente a esse respeito com o chefe da CAERN local que é uma pessoa muito esforçada, muito habilidosa e trabalhadora e que procura fazer tudo para resolver o problema do abastecimento da nossa cidade. Só que pessoalmente vejo o problema com mais gravidade e que certamente não é apenas de sua alçada a complexa resolução desse problema e se fosse até acredito queresolveria. Ele inclusive até já me disse que solicitou junto ao órgão a perfuração de um novo poço para a cidade de Grossos, o que a meu ver seria o ideal. 

Por fim, gostaria de informar que eu não sou mais político partidário, mas ainda sou um político cidadão o que todos deveriam sê-lo e faço essas advertências mais que propriamente cobranças, porque se a sociedade civil desse país não procurar as soluções definitivas para os problemas que afligem a nossa população como um todo, certamente que a solução não virá dos políticos que somente sabem agir com urgência e precisão, quando devidamente pressionados por uma população mais ativa e consciente de seus direitos. 

E que essa minha proativa preocupação cidadã por soluções para problemas críticos de nossa comunidade, não sejam vistos comoum possível retorno a velha e carcomida politicalha que infelizmente aqui ainda se pratica, e da qual, cada dia mais me enojo. Tenho dito!... 

Emílio.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acessos

PESQUISE AQUI

Receba nossas notícias no e-mail

CONTATO DO BLOG

Telefone/Whats: (84) 9 8177-6707 Email: Contato@ofachodegrossos.com Facebook:  O Facho de Grossos © 2015 -2018 - O Facho de Grossos...

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

COLUNISTAS

COLUNISTAS
EMÍLIO OLIVEIRA
O Facho de Grossos 2014. Tecnologia do Blogger.