domingo, 3 de dezembro de 2017
Por: Emílio Oliveira
Essa semana um amigo religioso não me falou diretamente com todas as letras, mas, indiretamente, me fez ver que com esses meus artigos semanais nos dois principais Blogs da cidade, estou me incompatibilizando com as principais denominações religiosas da cidade. Isso para mim foi uma surpresa, visto nunca ter sido o meu objetivo tentar desmoralizar e/ou descaracterizar religião de ninguém - até por que nunca foi esse o meu objetivo.

O que eu tento fazer quando nesses artigos me refiro às religiões em geral é apenas buscar a minha própria verdade, embora que tenha consciência de que a minha verdade nunca será igual a verdade de outros, principalmente, dos que já estão cimentados e acomodados na zona de conforto de seus dogmas religiosos. Mais uma vez gostaria de afirmar que não tenho nada contra religião de quem quer que seja. Eu apenas nunca fui e acho até que jamais serei um religioso, embora que respeite igualmente todas elas.

Acho as religiões hoje muito parecidas aos partidos políticos, porém posso até aceitar que elas também possam ser caminhos diferentes que nos levam a Deus. Então, se considerarmos essa última opção, porque enfim elas não se comportam como tal? Infelizmente, o que na verdade se tem observado, é que elas têm sido o principal motivo das múltiplas discórdias e guerras entre os homens e isso desde os primórdios da humanidade. Se o objetivo maior de todas elas é aproximarem mais o homem de Deus, então, por que não o fazem buscando a harmonização das ideias comuns entre todas? 

Inclusive, o próprio Jesus nas suas já tão famosas cartas ou Cartas de Cristo, que inclusive já se encontram traduzidas em doze idiomas diferentes e estão se alastrando pelo mundo afora, não apenas sugere como até faz um espécie de ultimato dizendo que se os religiosos de todo o mundo não forem ler as suas cartas, compreenderem-nas e repassarem o conteúdo delas para os seus liderados, daqui a 30 anos, todas as igrejas do mundo, estarão esvaziadas de fies. 

Pela a sua versão nas cartas, ele e outros espíritos altamente evoluídos e divinizados que existem em todo o universo habitado, estão se concentrando no planeta terra para abrirem a cabeça dos terráqueos e fazê-los brevemente ver, sentir e intuir a verdade de seus ensinamentos verdadeiros que veio repassar para a humanidade, mas que, infelizmente, foram tão distorcidos ao ponto de hoje, quase não serem mais reconhecidos. E o pior é que ele também afirma que, no futuro, essas suas cartas, também serão distorcidas.

As distorções do passado ocorreram em virtude da visão radical e violenta de certos grupos de Judeus que não aceitaram a verdade sobre o criador e sua criação que ele veio pregar e por isso resolveram fazer uma adaptação de seu sagrado ensinamento aos seus próprios e vazios rituais religiosos, fato que deturpou a sua real mensagem aos homens. Chega a reconhecer que também havia naquela época restritos grupos de Judeus que apresentavam um pensamento mais evoluído e por esse motivo conseguiram evoluir espiritualmente.

Quem quiser saber se o que estou escrevendo aqui é verdadeiro ou não, basta ler as Cartas de Cristo, cujos arquivos em PDF estão todos disponibilizadas na Internet. Para baixá-los é necessário apenas ir-se ao Google e digitar: Cartas de Cristo e em seguida dá um enter e pronto. Elas aparecerão todas à disposição de quem quiser baixá-las e evidentemente lê-las. 

Agora para entendê-las todas precisa-se ler não apenas as nove cartas, mas também os seus apensos como: sumário, introdução, prefácio, como meditar e oração para meditar. Se você se aventurar a perder o medo de ir para o inferno como apregoam alguns líderes religiosos totalmente alienados dogmatizados por suas denominações religiosas, irá entender tudo o que Jesus Cristo está ali querendo dizer a humanidade. 

De minha parte gostei tanto delas que, inclusive, já li cada uma delas 24 vezes, o que importa num volume de mais de 7000 páginas e, mesmo assim, vou continuar lendo-as por que a algum tempo que venho lendo sobre religião e, ate o presente momento, não encontrei nada mais profundo, sábio e verdadeiro do que elas. 

Não tenho dúvidas de que a Bíblia é um livro sagrado, assim como também os Vedas, os Upanishads, o Maabaráta do qual o Bhagavad Gita faz parte, o livro de Zoroastro, o Alcorão e outros mais também o são. E isso por que o verdadeiro Deus pai/mãe de toda a humanidade sem exceção, foi, é, e sempre será cuidadoso de sua criação e também sempre se comunicou com os homens desde os primórdios da criação.

Essa história de que Deus escolheu entre todos os povos da terra unicamente o povo Judeu para ser o seu representante; que Deus pune os maus e gratifica os bons, que Deus bota no céu e no inferno de forma impiedosa e eterna aos pecadores; que Deus enviou seus anjos para matar milhares de seres humanos; que Deus de forma cruel discrimina a mulher, esse Deus totalmente hominizado pelos Judeus, somente pode ser um Deus das criativas estórias inventadas por esse povo, e não o verdadeiro Deus que foi majestosamente representado aqui na terra por seu filho Jesus Cisto que, inclusive, foi barbaramente crucificado na cruz por eles próprios, os judeus, e é por isso que - a maioria deles -, ainda o estão esperando.

Que me desculpe o meu inteligente amigo Magno que diz que existem Judeus com o pensamento diferenciado e até o próprio Jesus deixa transparecer esse fato em suas cartas, mas os Judeus, no geral, são um dos povos mais ricos do mundo e, como tal, têm mantido bilhões de pessoas no nível de sobrevivência e passando grandes privações, enquanto eles próprios, representados por seus ambiciosos banqueiros, são donos de quase todo o mundo industrializado.

Além do mais os judeus adoraram o derramamento de sangue, pois a história registra que há mais de 4000 mil anos que eles vêm derramando, além do seu próprio sangue com guerras havidas entre as tribos e nas escolhas de seus antigos reis, como também o sangue de seus tradicionais inimigos, os árabes e os palestinos. 

Eles não somente não aprenderam quase nada com a escravidão a que foram submetidos no Egito, haja vista que após terem recebido através de Moisés a tábua dos 10 mandamentos de Deus, onde inclusive um deles dizia: não matarás, porém, ao chegarem à suposta terra prometida que sequer existia, mataram mais de trinta mil palestinos e ainda mandaram o sol parar para continuarem a matança. 

Bem adiante no tempo, mataram também o maior de todos eles que foi Jesus, pelo fato de não concordar com a violência dos ensinamentos religiosos que eles transmitiam de forma autoritária ao seu sofrido e empobrecido povo, tudo isso em nome de um Deus vingativo idealizado por suas ultrapassadas lideranças e também porque Jesus pregava uma verdade bem diferente da deles, baseada exclusivamente no amor incondicional e no perdão, fato que muito os incomodava e desmoralizava.

Tudo leva a crer que nem mesmo o cruel holocausto por que passaram durante a segunda guerra mundial lhes ensinou humildade, pois continuam matando e também explorando no mercado financeiro e industrial com seus vultosos recursos que financiam guerras e a manutenção da exploração do homem pelo homem em todo o mundo capitalista. 

A meu ver, esse é o inflexível Deus criado pela mente autoritária dos Judeus. Em seu nome foram praticadas muitíssimas ações sanguinolentas que, inclusive, encontram-se até descritas na própria Bíblia como atos de coragem e heroísmo desse povo que, infelizmente, os cristãos católicos e evangélicos do mundo todo acreditam piamente que tudo quanto está ali está escrito foi inspirado por Deus e, portanto, é a sua sagrada palavra. Será mesmo?

Se você por acaso se aventurar a ler as Cartas de Cristo, que como ele mesmo afirma foram feitas nesse momento difícil para toda a humanidade e não para criar uma nova religião que se contraponha ao atual cristianismo que infelizmente ainda não fez o homem crescer em consciência. Elas estão aí simplesmente para mostrar que Jesus é filho do Deus verdadeiro e veio ao mundo cheio de amor incondicional e de perdão para com todos os seres da natureza, porque ele, tal como o seu pai Deus sabe que nós humanos, somos um projeto a longuíssimo prazo e que, portanto, precisamos de bem mais tempo para compreender todo esse processo e podermos enfim trabalhar as inúmeras imperfeições do nosso ego e verdadeiramente nos espiritualizar.

Posso até está enganado amigos, e se estiver coitado de mim, mas, em sã consciência, não posso conceber um Deus raivoso, cheio de ira e de ciúmes, que não admite que o homem possa pecar contra a sua lei porque se o fizer, sem nenhuma piedade, será castigado e irá eternamente queimar no fogo do inferno. 

Parece-me que esse tipo de ameaça talvez seja até producente para uma criança que ainda não conhece os caminhos da vida, ou até mesmo para adultos que igualmente não adquiriram intuição e sabedoria suficiente para compreender que o Deus verdadeiro não pode ser mais autoritário do que o próprio homem que, mesmo ainda muito imperfeito, aqui-e-acolá ainda perdoa e esquece os erros de todos os seus filhos e semelhantes.

Veio-me agora a memória do tempo de infância quando minha mãe não querendo que eu saísse para brincar na rua, para me assustar dizia que não fosse, pois havia um velho com um saco colocando menino dentro dele para depois beber o seu sangue. Pronto! Bastava ela dizer isso para que, durante pelo menos uma semana, eu não me aventurava sequer a colocar a cabeça fora da porta de nossa casa. 

Hoje, mais amadurecido, acho que todo medo que se faz a alguém tem sempre um objetivo de se tolher o seu crescimento emocional e consciencial. Deus somente pode ser amor incondicional, compreensão total, liberdade total. Agora, tenho também consciência de que ele formulou uma lei universal e nos deu livre arbítrio, afirmando: você será sempre livre na escolha da sua semeadura, porém, será também sempre escravo da sua respectiva colheita.

Mesmo com todo o amor que sempre procurou demonstrar pela humanidade, ele não pode desmanchar a sua lei para beneficiar aos infratores. Mas, para isso, ele também idealizou e criou muitas oportunidades para o homem errar e acertar. Acredito piamente na reencarnação e acho que ela é a forma mais lógica, humana e justa de o homem poder evoluir até um dia chegar a um estágio tão evoluído de consciência que ele não necessite mais encarnar aqui no planeta terra que é uma grande e competente escola de evolução para a humanidade. Tenho dito!....



Emílio.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

EM QUEM VOCÊ VOTARIA PARA O GOVERNO SE A ELEIÇÃO FOSSE HOJE?

CONTATO DO BLOG

Telefone/Whats: (84) 9 8177-6707 Email: Contato@ofachodegrossos.com Facebook:  O Facho de Grossos © 2015 -2017 - O Facho de Grossos...

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

Acessos

FAN PAGE

PESQUISE AQUI

COLUNISTAS

COLUNISTAS
EMÍLIO OLIVEIRA
O Facho de Grossos 2014. Tecnologia do Blogger.