domingo, 5 de novembro de 2017
Segundo relatos da equipe do CMDRS de Grossos, que estiveram presentes na reunião para ouvir o diagnóstico técnico da coordenação do programa Água Doce, dado que já havia uma disputa interna no grupo de beneficiários para definir onde seria instalado o projeto; ouviram com espanto de um senhor que é  assentado rural: "Desta água não beberei! Se a máquina for colocada no assentamento Meu País", quando informado pela equipe de coordenação do Programa no RN, que o dessalinizador, para atender as determinações técnicas da coordenação do programa Água Doce deveria ser instalado no assentamento meu Pais, Km10 da RN012 em Grossos, mais uma família desejava que fosse instalado noutro assentamento, onde o poço existente foi reprovado pela equipe técnica do programa.

Segundo a coordenadora, que procurou a Secretaria de Agricultura e Pesca de Grossos, o programa durante o início estava tudo certo para instalação, e a coordenação fez um grande esforço para trazer esse benefício para Grossos, tendo em vista que no interior do RN, existem ainda muitos núcleos que necessitam muito dessa água e a situação em Grossos é mais favorável. 


Mas diante do que aconteceu na última reunião, ficou demonstrado que os requisitos legais não poderiam ser mais atendidos. Esse dessalinizador deveria atender as 20 famílias de assentados do programa SEARA, que hoje em Grossos habitam as margens da RN 012, que Liga Grossos a Mossoró. Segundo a coordenadora do Programa , a advogada e consultora em Mobilização social dra. Rafalea Iliana Alves Arcila, estas famílias contariam com 40 litros diários de água de beber, de excelente qualidade e caso o grupo mostrasse coesão e boa administração, ainda receberiam em uma etapa próxima tanques de criação de tilápia e plantação de Erva Sal e Glicínia para alimentar o rebanho existente. 

Depois da perda do dessalinizador, alguns apresentaram a alegação, que eles temiam que o serviço gratuito da distribuição de água com caminhões pipa seria encerrado. Mas como é conhecimento de todos este serviço nos últimos anos tem melhorado e fornecido água a contento para toda a população dos assentamentos rurais. A verdade é que devido a estreiteza de pensamento de algumas pessoas perdemos esse precioso benefício advindo do programa federal “ÁGUA DOCE”.

Sabendo do assunto uma senhora agricultora da estrada da Raiz em Grossos, disse, "A se viera para nós! A gente ia brigar para ficar aqui, e completa ....Deus não de asas a cobras! O material para iniciar as obras já havia sido entregue em Grossos, e estava na frente da casa de um senhora, moradora do assentamento adjacente. O material foi levado para Tibau, pois lá os assentados quiseram receber o precioso bem, e segundo a coordenação, lá foram muito bem recebidos, diferentemente do que ocorreu em Grossos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CONTATO DO BLOG

Telefone/Whats: (84) 9 8177-6707 Email: Contato@ofachodegrossos.com Facebook:  O Facho de Grossos © 2015 -2017 - O Facho de Grossos...

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

Acessos

FAN PAGE

COLUNISTAS

COLUNISTAS
EMÍLIO OLIVEIRA

PESQUISE AQUI

O Facho de Grossos 2014. Tecnologia do Blogger.