sexta-feira, 8 de setembro de 2017
Antônio Jácome de Lima Júnior iniciou a sua trajetória pública em 1988 quando foi eleito pela primeira vez vereador da cidade do Natal, exercendo mais dois mandatos na Câmara Municipal de Natal. Foi Secretário Municipal de Promoção Social e de Assuntos Comunitários da Prefeitura de Natal.

Tendo sido Deputado Estadual por quatro vezes consecutivas e estando no seu 1º mandato como Deputado Federal, Jácome desenvolve projetos que contribuem para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte, do Brasil. Suas ações são especialmente voltadas para a melhoria da qualidade de vida dos norte-riograndenses, como o combate as drogas, uma saúde pública eficiente, qualificação profissional e pelo fim da violência em todos os setores da sociedade.

Antônio Jácome é médico, advogado e teólogo. Casado com Edna Jácome, pai de três filhos que seguem o exemplo do pai. Dois dos filhos buscaram na medicina a realização profissional e o mais jovem, o deputado estadual Jacó Jácome, que também já foi vereador natalense, segue na área jurídica como profissão e política por vocação. Jácome acredita que a família é a base para uma vida completa.

Carreira política

Antônio Jácome de Lima Júnior (Sousa, 26 de maio de 1962) é um advogado, médico, teólogo e político brasileiro. Ele foi vereador (1989–1991), deputado estadual (1991–1994, 1999–2003, 2006-2014), vice-governador do Rio Grande do Norte (2003–2007) e desde 2015 é deputado federal.

Deputado estadual

Em 1990, foi eleito deputado estadual pelo Partido Verde (PV).

Em 1994, não se candidatou à reeleição e optou por ser candidato a vice-governador na chapa encabeçada por Fernando Mineiro, sendo derrotado por Garibaldi Alves Filho que venceu Lavoisier Maia.

Em 1998, foi eleito deputado estadual, voltando à Assembleia Legislativa.

Como líder de governo ao governo Garibaldi Alves Filho, cobrou do governador as promessas e projetos de lei.

Em 2010, foi eleito o deputado estadual mais votado do Rio Grande do Norte com 54.743 votos.

Vice-governador do Rio Grande do Norte (2003–2006)

Em 2002, foi eleito vice-governador, junto à Wilma de Faria.

Filiação ao PMN

Em 2003, filiou-se ao Partido da Mobilização Nacional (PMN), após não apoiar a candidatura de Anthony Garotinho à presidência.

Deputado federal

Em 2014, foi eleito deputado federal pela primeira vez com 71.555 votos. Na Câmara Federal, votou contra o texto-base da Reforma Trabalhista, portanto, votou contra a flexibilização da CLT e a favor dos atuais direitos contidos nesta, como salário mínimo, férias remuneradas, seguro-desemprego e 13º salário.

Bastidores da política Foto: Reprodução
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CONTATO DO BLOG

Telefone/Whats: (84) 9 8177-6707 Email: Contato@ofachodegrossos.com Facebook:  O Facho de Grossos © 2015 -2017 - O Facho de Grossos...

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

Acessos

FAN PAGE

PESQUISE AQUI

COLUNISTAS

COLUNISTAS
EMÍLIO OLIVEIRA
O Facho de Grossos 2014. Tecnologia do Blogger.