sábado, 19 de agosto de 2017
Três pessoas ficaram feridas e quatro foram presas após um tiroteio entre a polícia e cerca de 15 criminosos que faziam um arrastão a uma rinha de galo no interior do Rio Grande do Norte. O caso aconteceu na noite desta sexta-feira (18) na zona rural de Brejinho, região Agreste potiguar. Entre os feridos, está um policial militar.

De acordo com o cabo Tarcísio Miranda, do Destacamento da PM em Brejinho, o caso aconteceu por volta das 19h30. Cerca de 15 homens armados e encapuzados chegaram ao sítio Papuçu, distante cerca de três quilômetros do centro da cidade, onde acontecia uma rinha de galo. Entre 100 e 130 pessoas assistiam e apostavam nas brigas entre os animais - a prática é considerada crime ambiental.

A Polícia Militar foi acionada e chegou quando o bando concluía o arrastão. "Fomos recebidos a bala", conta o cabo. Equipes de policiais de várias cidades da região foram enviadas ao local. Os criminosos portavam armas calíbre 12, pistolas e revólveres.

Após cerca de 30 minutos de tiroteio, a maioria dos assaltantes conseguiu fugir pelo matagal nas proximidades do sítio. Ferido, o soldado Manoel Alves foi socorrido para o pronto-socorro Clóvis Sarinho, em Natal. Um dos criminosos também ficou ferido e foi levado para o Deoclécio Marques, em Parnamirim. Um homem que estava no local também se feriu e foi socorrido.

Além do suspeito hospitalizado, a polícia conseguiu prender outros três, que foram encaminhados para a Delegacia de Nova Cruz. Com eles, a polícia conseguiu apreender R$ 10 mil em espécie, 47 aparelhos celulares, duas armas calíbre 12, relógios, pulseiras, cordões de ouro e dois carros.

De acordo com a polícia, os três carros usados no arrastão eram roubados.

G1RN
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM GROSSOS

Acessos

FAN PAGE

COLUNISTAS

COLUNISTAS
EMÍLIO OLIVEIRA

PESQUISE AQUI

O Facho de Grossos 2014. Tecnologia do Blogger.